Forum Flop

O seu forum de Cultura Pop!! Converse sobre quadrinhos, filmes, séries, colecionáveis, RPG e flopões em geral.


    Reviews revista Tio Patinhas

    Compartilhe
    avatar
    Stan
    Padawan
    Padawan

    Posts : 73
    Pontos : 101
    Join date : 11/11/2017
    Age : 28
    Location : Astro City

    Reviews revista Tio Patinhas

    Mensagem por Stan em Seg 13 Nov 2017, 13:26

    Isso aí, vou estrear a sessão de Outros Quadrinhos com um review da Disney!


    E pra começar, farei um review da revista Nº 626





    Esta revista é um especial sobre a arte (como diz na capa) e contém 3 histórias:


    • Tio Patinhas e a Factory de Andy Duckhol - 19 páginas
      Roteiro: Roberto Gagnor; Arte: Stefano Zanchi

    • Urtigão Van Gogh e as Berinjelas Pictóricas - 19 páginas
      Roteiro: Roberto Gagnor; Arte: Stefano Zanchi

    • Patovaggio as Tabuletas de Richiscalchi - 19 páginas
      Roteiro: Roberto Gagnor; Arte: Stefano Zanchi

    • O Eterno Segundo: Os Índices - 1 página
      Roteiro: Massimiliano Valentini; Arte: Giorgio di Vita

    • O Eterno Segundo: Festa à Fantasia - 1 página
      Roteiro: Massimiliano Valentini; Arte: Giorgio di Vita

    • O Eterno Segundo: Os Telefonemas - 1 página
      Roteiro: Massimiliano Valentini; Arte: Giorgio di Vita



    As 3 histórias saíram pela Disney Itália (códigos ITL3198-2, ITL3197-2 e ITL3176-2 respectivamente) na revista Topolino.


    A primeira história é uma paródia, como o nome sugere, com o artista Andy Warhol. Na história temos o famoso artista Andy Duckhol e sua Bop Art sendo financiado pelo Tio Patinhas em seu novo estúdio em Patópolis e com um ajudante muito inusitado, o atrapalhado Peninha. Na história temos o Peninha sempre fazendo "besteira" mas no final dando certo. É uma história curta de 19 páginas no fim temos umas páginas com um pouco da história do artista Andy Warhol.

    A segunda história é uma paródia com Van Gogh, onde o Urtigão, ao invés de ser apaixonado por Girassóis, ele é aficionado por berinjelas! Na história temos Donald e Peninha fazendo os papéis de Paul Gauguin e Paul Gachet, que foram dois amigos pessoais do pintor Vincent Van Gogh. E na história, Urtigão passa por um problema em sua carreira (não tão trágico quanto Van Gogh passou na vida real) e os amigos vão lá e ajudam ele a resolver isto. E enquanto isto ele segue pintando seus quadros e há menções a vários quadros famosos do pintor. E como na primeira história, nessa segunda temos também no fim um pouco mais da história real por trás do artista.

    Na última história temos Pato Donald como Caravaggio e Tio Patinhas representando um mecenas dele. Claro que a história não poderia deixar de comentar sobre o forte temperamento do pintor (que tem tudo a ver com o Pato Donald) e sobre algumas brigas que ele arrumou durante a carreira. Mas a história também mostra um lado inteligente do pintor, onde ele resolve um problema de um roubo junto ao seu mecenas. E no fim, temos mais uma vez informações sobre o artista, Michelangelo Merisi.

    Ainda no fim da revista temos três páginas de histórias de 1 página só (ou seja, temos 3 histórias) que são do Eterno Segundo, onde o Tio Patinhas sempre faz alguma zoeira com o Patacônio por estar sempre atrás dele em tudo. Todas as tirinhas também são de origem da Disney Itália (códigos ITL3196-01, ITL3197-03 e ITL3197-01)


    NOTA: 9

    Vale muito a pena esse gibizinho da Disney, as histórias são muito interessantes e todas são bem divertidas, e para quem gosta de arte, é um prato cheio.


    Última edição por Stan em Ter 14 Nov 2017, 23:31, editado 1 vez(es)
    avatar
    Stan
    Padawan
    Padawan

    Posts : 73
    Pontos : 101
    Join date : 11/11/2017
    Age : 28
    Location : Astro City

    Re: Reviews revista Tio Patinhas

    Mensagem por Stan em Ter 14 Nov 2017, 23:25

    REVIEW TIO PATINHAS Nº 616




    Nesta revista temos 2 histórias principais e duas historinhas curtas

    • Os Contos de Edgar Allan Patoe (em duas partes) - 43 páginas
      Roteiro: Riccardo Secchi; Arte: Libero Ermetti

    • Superpato A Fazendo da Futuro - 24 páginas
      Roteiro: Sune Troelstrup; Arte: Giorgio Cavazzano

    • Os Reis da Comédia: Ideia Prática - 1 página
      Roteiro e Arte: Enrico Faccini

    • Vivendo Verde - 6 páginas
      Roteiro: Janet Gilbert; Arte: Bas Heymans



    A primeira e a terceira histórias são histórias da Disney Itália e a segunda e a última são da Disney Dinamarca. Os códigos das histórias são ITL3155-4P, D2014-121, ITL2846-02 e D2009-116 respectivamente

    Na primeira história temos na verdade uma aventura entre o Tio Patinhas e o Patacônio, onde o Donald apesar de estar representando o Edgar Allan Patoe, é quase um coadjuvante. A história mostra o Tio Patinhas chegando numa cidade para fazer dinheiro onde o Patacônio é dono de todos os negócios principais (na história ele é o Rockhead e o Patinhas é chamado de Mc Scrooge). Quando o Patinhas compra uma Tipografia para imprimir jornais e contra atacar o Patacônio, o único ajudante é o Edgar Allan Patoe e o Patinhas contrata ele. Então a brica entre Patinhas e Patacônio leva sempre eles a participar de algumas aventuras em lugares muito inusitados e no meio tempo o Patoe sempre tenta escrever alguma coisa. No fim das aventuras, depois de tudo que eles passaram o Patoe começa a se dedicar a sua escrita e assim mostra como ele virou um escritor. No meio da história há várias referências aos contos do Edgar Allan Poe e no fim da história tem 1 página sobre informações do autor.

    A segunda história é do Superpato e apesar dos desenhos serem do Cavazzano (ponto positivo) a trama é meio bobinha, o Tio Patinhas fez um investimento em uma Fazenda do Futuro mas algo muito errado está acontecendo e o Superpato vai investigar. Como já citado a arte é o que salva a história pois o roteiro é bobinho, não tem nada de especial.

    A terceira história é uma história de uma página só de humor rápido, o Peninha é mostrado levando uma vida um tanto quanto não saudável e o Prof. Ludovico tenta dar um toque nele. O humor da tirinha se vale de um trocadilho. (é engraçadinho)

    E a última história, apesar de curta é interessante, ela vai desenvolvendo o humor de forma gradual, uns hippies começam a protestar na frente da Caixa Forte porém acabam se surpreendendo, o Tio Patinhas é tão pão duro que ele realmente é mais "verde" do que eles pensaram. E é claro no fim ele se vale disso para lucrar, como sempre.

    NOTA: 7

    O gibi no geral não é genial e eu esperava mais das histórias principais, o que salva mesmo é a boa arte de ambas as histórias principais e a última história.


    _________________
    3..2..1... Let's Jam!

    Toca do Stan!

      Data/hora atual: Qua 13 Dez 2017, 01:11